De acordo com o novo acordo ortográfico.

Assinado em 1990, o Acordo Ortográfico visa à padronização da ortografia da língua portuguesa. Os países Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, que formam a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), assinaram o tratado e cada um determinou prazos para que a reforma entrasse em vigor em seus territórios.

Em Portugal, as novas regras entraram em vigor no ano de 2009, já aqui, no Brasil, o prazo sofreu algumas alterações. Inicialmente, em território brasileiro, a renovação ortográfica entraria em vigor em janeiro de 2013. Porém, o governo brasileiro decidiu estender o período para implementação.

A presidente Dilma, então, decidiu que janeiro de 2016 seria o momento certo para tornar obrigatórias as novas regras do acordo ortográfico. Ainda que tenha sido dado mais tempo para que nós, falantes da língua portuguesa aqui no Brasil, nos adequássemos à reforma, muitos ainda têm dúvidas em relação às mudanças realizadas.

Pensando nisso, a equipe do Português decidiu montar um guia rápido com essas alterações.

O que mudou?

→ Alfabeto

Como era:

A B C D E F G H I J L M N O P Q R S T U V X Z

Como está:

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Antes do acordo, tínhamos 23 letras em nosso alfabeto, agora, contamos com o acréscimo das letras KW e Y, totalizando 26 letras no alfabeto do português brasileiro. Essa mudança ocorreu com a intenção de deixar “as coisas mais organizadas”. Como assim? Em nossa língua, temos nomes próprios e algumas abreviaturas que fazem uso dessas letras. A exemplo disso, temos: kmYasminWilson. Pensando nisso, o acordo procurou tornar oficiais as letras que já eram utilizadas pelos falantes do português.

Atenção!

Ter tornado essas letras oficiais não significa que, agora, palavras como “quilo” e “quilômetro” passarão a ser escritas como “kilo” e “kilômetro”.

→ Acentuação

Esse conteúdo foi o foco das alterações. Vejam:

 

 

→ Hífen

Se a acentuação é o conteúdo que recebeu mais modificações, o hífen é a mudança do acordo que rende mais polêmicas, visto que palavras que não tinham hífen passaram a ter, outras perderam o sinal, além de palavras que perderam o hífen e ainda repetem as letras.

Agora ficou mais fácil ficar por dentro das alterações que integram o Novo Acordo Ortográfico. Essas regras, como a gente viu no início do texto, já estão sendo cobradas por aqui. Fiquem atentos!

Por Professor Adolfo Fagner

Graduado em Letras.

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.