Traficante Ben 10 é preso pela Polícia Federal no Rio

O traficante Cláudio Aurélio Conceição da Silva, conhecido como Ben 10 do Engenho foi preso manhã desta terça-feira (27) por agentes da Polícia Federal d edo Batalhão de Operações Especiais (Bope). O Disque-Denúncia oferecia a recompensa de R$ 1 Mil por informações que levassem ao suspeito. Segundo a PF ele era um dos maiores traficantes do Rio e um dos mais procurados pela polícia. Na ação, também foi preso o traficante conhecido como Leo do Aço.

Cláudio Aurélio Conceição da Silva, o Ben 10 é ligado a uma facção criminosa do Rio e chefiava o tráfico de drogas que age no Morro do Engenho da Rainha, Zona Norte da cidade. Ele também é acusado de cometer homicídio e era investigado por tráfico de armas, que abasteceriam a organização criminosa da Região dos Lagos.

Na operação, realizada em uma casa “insuspeita” num bairro residencial de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, foram presos outros dois homens – um deles desertor das Forças Armadas. Dos três, dois são apontados como líderes do tráfico de drogas em Santa Cruz.

A Polícia Federal não revelou o nome do trio e diz que um deles poderia estar envolvido com a morte de um casal no BRT. A informação original da Polícia Civil, no entanto, aponta outro traficante, com o mesmo apelido, como o mandante do crime.

Apesar de ter o apelido muito parecido, Cláudio Aurélio não é o Emiliano Vieira Viana da Silva, que chegou a ter cartaz divulgado pelo Disque-Denúncia como mandante da morte do casal Nardyne Nunes Dias e Deonir Lima Sales, pais da criança que foi abandonada na estação do terminal Alvorada do BRT, no dia 12 de agosto, na Barra da Tijuca. Os corpos deles foram encontrados na Favela do Rola, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, 13 de agosto, um dia após o abandono do menino.

De acordo com a PF, entretanto, é possível que Cláudio tenha envolvimenben10to com o desaparecimento do casal.

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.